Select Menu

site detran by Slidely Photo Gallery

» »Unlabelled » Neblina exige mais atenção por parte de motoristas
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


O período entre maio e agosto é marcado pelo aumento da incidência de neblina em várias regiões do Estado de São Paulo, inclusive no Corredor Dom Pedro. Com isso, a Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) e a Concessionária Rota das Bandeiras, que administra os 297 km de extensão do Corredor, iniciam uma série de medidas operacionais com o objetivo de reduzir os riscos de acidentes nessa época do ano. A redução de visibilidade provocada pela névoa do fenômeno climático aumenta o risco de colisões traseiras e de choques contra obstáculos como muretas de proteção, postes de sinalização e defensas metálicas.

Neblina
Entre as principais ações realizadas para esse período pela Rota das Bandeiras, visando à prevenção de acidentes, estão a veiculação de mensagens alertando os motoristas nos painéis de mensagem variável distribuídos pelas rodovias, sinalização com uso de viaturas, informativos através das redes sociais e do serviço 0800.
Em geral, trechos de serra e baixadas (vales) estão mais sujeitos à ocorrência de neblina. Os períodos de maior incidência são o começo da manhã e a madrugada. No Corredor Dom Pedro, os pontos que registram maior incidência de neblina estão nas rodovias D. Pedro I (SP-065), do km 23 (Igaratá) ao km 51 (Nazaré Paulista); Prof. Zeferino Vaz (SP-332), do km 130 (Paulínia) ao km 140 (Cosmópolis); Eng. Constâncio Cintra (SP-360), do km 63 (Jundiaí) ao km 81 (Itatiba); e Romildo Prado (SP-063), do km 0 (Louveira) ao km 15 (Itatiba).
Responsabilidades do Condutor.
Segundo o coordenador de tráfego da Rota das Bandeiras, Murilo Perez, o motorista pode tomar uma série de medidas preventivas, reduzindo o risco de se envolver em um acidente, mesmo quando trafega sob intensa neblina. “Dois cuidados básicos são fundamentais: reduzir a velocidade e aumentar a distância do veículo da frente. Assim, o condutor terá mais tempo de reação para frear ou fazer uma manobra, se necessário”.
Confira as dicas para uma direção segura sob neblina:
  1. Reduza gradualmente a velocidade ao perceber os primeiros sinais de neblina;
  2. Mantenha uma distância segura do veículo à frente;
  3. Acenda os faróis baixos – tanto de dia quanto à noite. Não é recomendado manter os faróis apagados, mesmo de dia. Já o farol alto, independente do horário, dificulta a visibilidade pela grande dispersão de luz emitida sob neblina;
  4. Não pare o veículo no acostamento;
  5. Nunca pare na pista;
  6. Não ligue o pisca-alerta com o veículo em movimento;
  7. Use a pintura de faixa da pista como referência do caminho a seguir;
  8. Fique atento a sinais sonoros externos que possam indicar uma situação atípica à frente como buzinas, sirenes e som de colisão;
  9. Deixe a janela aberta, ainda que parcialmente, para ouvir eventuais sinais sonoros;
  10. Evite uso de aparelhos que possam dispersar a atenção;
  11. Deixe o para brisa limpo;
  12. Mantenha o vidro aberto ou ligue a ventilação dentro do carro para não embaçar os vidros;
  13. Caso julgue não ter condições de visibilidade para seguir viagem, pare somente em locais seguros como postos de abastecimento.
Fonte: Rota das Bandeiras

Autor Amerson Bento

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios

Seu comentário foi enviado com sucesso.